Brazilian Journal of Biomechanics = Revista Brasileira de Biomecânica, Vol. 9, No 17 (2008)

Tamanho da fonte:  Menor  Médio  Maior

ESTUDO COMPARATIVO DO EQUILÍBRIO POSTURAL ENTRE ATLETAS DE JUDÔ E INDIVÍDUOS SEDENTÁRIOS

Angélica Castilho Alonso, Elizeo Bronzatto Filho, Guilherme Carlos Brech, Fábio Moscoli

Resumo


O equilíbrio é o processo de manutenção da projeção do centro de gravidade dentro da área da base de suporte do corpo que requer ajustes constantes da atividade muscular e do posicionamento articular. Na prática esportiva de judô, o equilíbrio postural tanto estático como dinâmico são fundamentais para um bom ataque e defesa de um golpe. O objetivo é comparar o equilíbrio postural e os tempos de realização dos testes dinâmicos de estabilidade entrem os judocas e sedentários e a influência da dominância dos membros no equilíbrio. Foram avaliados 22 indivíduos idade entre 18 a 30 anos, divididos em dois grupos: 1) grupo de judocas, 11 indivíduos com a média de idade de 22 ±2,7, anos, estatura 171 ±8,6 cm e massa corpórea 69 ±12,1 Kg, e 2) grupo de sedentários com média de 24 ±2,5 anos, estatura 173 ±7,3 cm e massa corpórea 75 ±13 Kg não havendo diferenças entre os eles. Para a análise de equilíbrio, utilizamos o equipamento Biodex Balance System® nos dois protocolos de testes no nível de estabilidade cinco: Protocolo I - Equilíbrio Dinâmico e Protocolo II - Limites Dinâmicos de Estabilidade. Não houve diferenças entre o lado dominante e não dominante na comparação intragrupo em ambos os grupos exceto no índice de estabilidade médio-lateral nos sedentários, onde o lado não dominante foi mais estável. Na comparação do equilíbrio dinâmico entre os judocas e sedentários não houve diferenças significantes no lado dominante (p=0,068) e lado não dominante (p=0,703). Não houve diferenças de tempo para realização dos testes entre os grupos no teste de limite dinâmico de estabilidade (p=0,354). Os resultados obtidos sugerem que a dominância dos membros inferiores nos atletas de judô e sedentários não exerce influência no equilíbrio. Não houve diferenças no equilíbrio postural e no tempo para a realização dos testes entre os grupos de judô e sedentários.

Texto Completo: PDF

Brazilian Journal of Biomechanics = Revista Brasileira de Biomecânica - - - eISSN: 1518-8191 - - - Bookmark and Share